Choque estético

Foi o que causou a reinterpretação de irmãos Campana na reforma do Café L’Horloge no Museu D’Orsey em Paris, segundo a assessoria de imprensa do museu

07/10/2015 Lifestyle

O quinto andar do museu D’Orsey em Paris recebeu a arte expressamente inventiva e inclassificável dos irmãos Humberto e Fernando Campana. Responsáveis pela reforma do Café L’Horloge dentro do Museu, a dupla criou um design contemporâneo em diálogo com o estilo Art Nouveu. O objetivo era remodelar o espaço para aumentar sua capacidade e atualizar a decór, geralmente muito clássica no local.

09 - café de l'horloge, état actuel (c) musée d'orsay florence lesueur

A água é uma referência evocada em sua fluidez e força elementar. Uma rica mistura de formas orgânicas e superfícies espelhadas remetem à uma atmosfera fantástica inspirado pelo mundo vidreiro. Parte da decoração, o grande relógio arquitetônico, empresta seus bastidores para o charmoso café, agora adornado com arames retorcidos, lascas de alumínio dourado e acrílico. Fabricado pela Edra, o projeto conta com painéis iluminados de metacrilato azul-aquário, aço retorcido em formato e cores de corais e cadeiras projetadas como organismos, substituindo os sofás.

designaholic_campanas-dorsay-cafe-Horloge-03

As tonalidades corais, azuis e verdes dominaram a cena, inspiradas pelos tons marítimos. Híbridos por natureza, os Campana começaram projetando objetos em pequena escala e migraram naturalmente para design de produtos de consumo, arquitetura de interiores e arquitetura comercial. Suas criações bem humoradas e sua capacidade única de oxigenar o mercado idealizando combinações inventivas são tão atraentes para o público quanto sua consciente e inusitada preferência por materiais reciclados.

 

555